quarta-feira, 12 de junho de 2019

Monsters at Work | Logo e primeira imagem


Foram divulgadas esta semana no Festival Internacional de Animação de Annecy, a primeira imagem  e o logo da série de animação da Disney, que expande o universo de Monstros S.A.

Monsters at Work (Monstros no Trabalho em livre tradução) teve sua primeira imagem e o logotipo da série, divulgados em uma apresentação da Disney sobre as produções para a plataforma de streaming, a Disney+.


A imagem mostra Mike, Sulley e o novo personagem Tylor Tuskmon diante de uma porta no andar dos sustos, convertido em andar das risadas.

A série se passa 6 meses depois dos acontecimentos do longa-metragem Monstros S.A., onde as risadas das crianças geram 10 vezes mais energia que os gritos de susto geravam.

A série tem estreia programada para 2020, exclusivamente na Disney+, e está sendo produzida pela Disney Animation.

Clique AQUI para conferir as notícias sobre Monsters at Work publicadas no Pixar Brasil Blog.


sexta-feira, 31 de maio de 2019

Onward ganha poster, imagens, título nacional e teaser trailer

O 22º longa-metragem da Pixar Animation, Onward, ganhou seu primeiro poster, suas primeiras imagens e teve o título brasileiro revelado.

O filme, que no Brasil se chamará Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica, terá em seu elenco de vozes originais (em inglês), Tom Holland, Chris Pratt, Olivia Spencer e Julia Louis-Dreyfus, teve divulgadas 2 primeiras imagens, com o visual de 3 personagens e um dragão de estimação. rs


A Mãe do elfo adolescente Ian Lightfoot está sempre pronta a ajudar - até mesmo quando o assunto é cuidar de seu dragão de estimação hiperativo, Labareda (Blazey no nome original), que não é lá muito comportado. Julia Louis-Dreyfus é a voz da Mãe e Tom Holland interpreta o jovem Ian.


No filme dois irmãos elfos adolescentes – Ian (voz de Tom Holland) e Barley, o irmão mais velho (voz de Chris Pratt) –, embarcam em uma extraordinária jornada em uma van chamada Guinevère, para descobrir se ainda há um pouco de mágica no mundo.

Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica (Onward) ganhou seu primeiro poster, que mostramos aqui em versão brasileira e americana.



E, depois de todas essas novidades, Dois Irmãos – Uma Jornada Fantástica, ganhou também, esta noite, seu primeiro teaser trailer, em português e inglês. [atualizado].





O filme, que tem direção e roteiro de San Scanlon (Universidade Monstros) e produção de Kori Rae, estreia nos EUA dia 06 de março de 2020. Ainda não há data de estreia confirmada no Brasil.

Acompanhe AQUI todas as notícias já publicadas de Dois Irmãos (Onward), no Pixar Brasil Blog.


sábado, 25 de maio de 2019

Versão brasileira do trailer final de Toy Story 4

E com vocês a versão brasileira do trailer final de Toy Story 4!!!
=D


Toy Story 4 tem direção de Josh Cooley, produção executiva de John Lasseter e história/roteiro do time responsável pelo filme original, formada por Lasseter, Pete Docter, Andrew Stanton e Lee Unkrich. O filme chega aos cinemas brasileiros dia 20 de junho de 2019, um dia antes da estreia americana! ;)

terça-feira, 21 de maio de 2019

Saiu o trailer final de Toy Story 4


Na tarde de hoje, 21 de maio de 2019, justamenta a um mês da estreia americana do quarto filme de de Toy Story, a Pixar Animation Studios divulgou em seu canal oficial no YouTube o trailer final de Toy Story 4!


Por aqui ainda não tivemos notícias do trailer nacional. Assim que a versão brasileira for publicada, avisamos à vocês! =D






Toy Story 4 estreia nos cinemas brasileiros dia 20 de junho de 2019!!!



segunda-feira, 20 de maio de 2019

Toy Story 4 | Conheça os personagens



Falta muito pouco para a espera acabar e podermos conferir, nas telas de cinema, uma nova aventura de Woody, Buzz e sua turma. E, como acontece em todo filme de Toy Story, novos personagens também serão apresentados em Toy Story 4!

Então vamos conhecer alguns dos novos personagens do filme e descobrir que alguns não são tão desconhecidos assim. =D

Garfinho
Garfinho é um brinquedo feito pela Bonnie na escola. Um garfinho/colher com crise existencial justamente por não ser nem um garfo e nem uma colher... e por também não se considerar um brinquedo como os demais.

Patinho e Coelhinho
Patinho e Coelhinho são pelúcias que são prêmios em uma das brincadeiras em um parque de diversões e eles estão ansiosos para serem ganhos. Mas seus planos são rudemente interrompidos, e eles se deparam com uma inesperada aventura com um grupo de brinquedos que não têm ideia do que se sente ao ficar em uma parede de prêmios esperando ser ganho.

Duke Caboom
Duke é figura de ação canadense dos anos 70. Com sua roupa branca e vermelha, um capacete, um proeminente bigode e sua motocicleta, Duke acredita que decepcionou seu dono anterior, por não conseguir fazer as acrobacias que os comerciais de brinquedo prometiam. Duke Caboom ficou preso por muitos anos antes de encontrar Betty.

Gabby Gabby
Gabby Gabby é uma boneca que fala da década de 1950 e é tida como a principal antagonista de Toy Story 4. Gabby tem um defeito de fabricação. Sua caixa de voz tem uma peça quebrada e tal fato fez com que Gabby nunca conseguisse cumprir o seu destino como brinquedo de ser amada e amar seu dono. Seu principal objetivo é impedir que os brinquedos deixem a loja de antiguidades.

Benson
Os Benson são bonecos clássicos de ventríloquos que não tem voz (própria). Em Toy Story 4 eles trabalham como serviçais da boneca Gabby Gabby, patrulhando a loja de antiguidades para que os brinquedos não possam deixá-la.

Giggle McDimples
A boneca miniatura da policial McDimples é um brinquedo da década de 1980. Giggle é a melhor amiga de Betty; e ela é pequena o suficiente para caber no ombro de sua amiga. Giggle McDimple é confidente, incentivadora e conselheira de sua amiga.

Betty
A pastora Betty, como sabemos, não é exatamente uma nova personagem. Mas Toy Story 4 marca o retorno da personagem que após ficar separada dos outros brinquedos por anos, sofrer com as lascas e marcas do tempo e ser descartada, mostra que seu espírito está longe de estar quebrado. Betty tornou-se um espírito livre de busca de aventura, cuja força e sarcasmo desmentem seu delicado exterior de porcelana. Quando ela e Woody encontram-se reunidos em circunstâncias improváveis, Betty percebe o quanto ela sente falta dele e não pode esperar para mostrar a ele o que ela tem feito. 

Combat Carl e Combat Carl Jr.
Combat Carl, já conhecido do especial de TV Toy Story de Terror (2013), e poucos sabem que ele também estava no primeiro longa-metragem da série em 1995, como um dos brinquedos destruídos por Sid.

Tinny
Tinny (ou Tin Toy, brinquedo de lata) é um dos mais antigos personagens da Pixar. Quem se lembra dele em Tin Toy, o curta-metragem de 1988, onde o brinquedo tenta escapar das mãos de um bebê?Tinny, foi uma das grandes surpresas em um dos trailers de Toy Story 4!!! Tudo indica que Tinny é um dos brinquedos que moram no antiquário do filme. <3


E nossa última imagem, postada por nossos amigos do Pixar Post, mostra as variações de tamanho/escala entre os principais personagens de Toy Story 4!
=)

Toy Story 4 estreia nos cinemas brasileiros dia 20 de junho de 2019, em apenas um mês! Isso mesmo, um mês!!!! Não vemos a hora de reencontrar com nossos brinquedos favoritos no cinema!!! <3



domingo, 12 de maio de 2019

Disney oficializa o lançamento de seu streaming


Há cerca de um mês, logo após a publicação do nosso post sobre a série Monsters At Work que estreará na plataforma de streaming Disney + (Disney Plus), a Walt Disney Company fez um grande comunicado falando da estreia de seu streaming, seus conteúdos, os valores e quando chegará em diversas partes do mundo.


Em evento para investidores realizado no último dia 11 de abril, a Walt Disney Company revelou quase todos os detalhes sobre o lançamento e expansão de sua plataforma de streaming, a Disney+, que sem sombra de dúvidas chega para enfrentar o seu maior concorrente, a Netflix.


A primeira novidade da Disney+ foi a data de estreia. Nos Estados Unidos, a plataforma será lançada no dia 12 de novembro de 2019. E, já no primeiro dia, estarão disponíveis, por exemplo, 18 dos 21 longas-metragens da Pixar Animation Studios. As exceções serão Viva – A Vida é uma Festa (Coco), Os Incríveis 2 (Incredibles 2) e Toy Story 4, que chegam à plataforma no decorrer de 2020, conforme apresentado por Pete Docter, Chefe e Diretor Criativo da Pixar.



E tudo isso porque estamos falando apenas da Pixar Animation. Mas estarão lá TODOS os longa-metragens da Disney, os 7 episódios da saga de Star Wars (Episódios I-VII) + Rogue One: Uma História Star Wars e toda a série de The Clone Wars; e quase todos os filmes da Marvel Studios até Capitã Marvel – as exceções são Homem-Formiga e a Vespa, Os Vingadores - Ultimato, Pantera Negra, Guardiões das Galáxias e Thor Ragnarok, que serão adicionados posteriormente ao londo do primeiro ano do streaming. E, com a recente aquisição da Fox pela Disney, Os Simpsons também estarão disponíveis na Disney+!



E, isso sem considerar o conteúdo inédito da plataforma, que inclui – falando novamente da Pixar Animation –, os 6 curtas-metragens Sparkshorts e 10 curtas Garfinho faz uma pergunta (Forky asks a question) de Toy Story 4! Nesses 10 curtas o Garfinho faz perguntas sobre importantes questões do mundo como: O que é Amor? O que é o Tempo? e é claro, a mais profunda questão de todas, O que é Queijo? =D

Como conteúdo inédito da plataforma, disponível no primeiro dia, estarão o longa-metragem de computação gráfica de A Dama e o Vagabundo, a série The Mandalorian (do universo de Star Wars) e o documentário The Imagineering Story de Leslie Iwerks (a mesma diretora do doc A Pixar Story).

Muita informação não é mesmo? Mas... tem mais. =D

Betty, a namorada do Woody em Toy Story, terá um curta-metragem seu, chamado Lamp Story (A História de uma Luminária, em livre tradução) no Disney+. Mas o curta, assim como a série do universo de Monstros S.A., Monsters At Work, só devem estrear no streaming em 2020.

A Disney informou também os preços do Disney+ nos EUA. A mensalidade custará US$ 6,99 (Seis dólares e noventa e nove centavos) por mês ou o plano anual (sem a exibição de publicidade) por US$ 69,99 (Sessenta e nove dólares e noventa e nove centavos).


A implementação da plataforma de streaming no mundo é um plano que deve levar 2 anos para ser concluído. As etapas seguirão a seguinte ordem:

EUA - 12 de novembro | Primavera 2019*
Europa Ocidental | Primavera 2019 até Verão 2020*
Ásia/Pacífico | Primavera 2019 até Primavera 2021* 
América Latina | Primavera 2020 até Verão 2021*
Europa Oriental | Primavera 2020 até Primavera 2021*

*Para facilitar o entendimento dos períodos, utilizamos como parâmetro as estações do ano do hemisfério Sul.

Segundo o calendário... só devemos ter algum sinal da Disney+ aqui no Brasil à partir do final de 2020. =(

Mas uma data de implementação tão tardia para a América Latina (particularmente para o Brasil), pode acontecer dessa forma por diversos motivos.

Sabemos que hoje ainda temos títulos da Pixar Animation que nunca foram lançados em Blu-ray (mídia física de alta resolução) no Brasil. Vida de Inseto, Ratatouille e Pixar Shorts Volume 1 (com os curtas do estúdio), são 3 títulos do estúdio nesse caso. Tal fato ocorreu por, segundo fabricantes e distribuidores, não terem sido realizados masters de blu-ray, com as opções de legenda e dublagem em português do Brasil (PT-BR), que é diferente da utilizada para Portugal (PT-PT), por exemplo.

Outra questão é o fato de que, segundo as notícias, com a implementação da plataforma de streaming, a Disney teria que (re)negociar os contratos de distribuição de seus conteúdos/produções pelo menos com as atuais plataformas de conteúdo "on demand" e com os canais de TV por assinatura além de rever o seu contrato com a Netflix (o que já vem acontecendo há algum tempo, principalmente com as séries da Marvel produzidas pelo Netflix).

Exemplificando, filmes como Viva - A Vida é uma Festa (Coco), Os Incríveis 2 (Incredibles 2) e Toy Story 4, só chegarão à plataforma da Disney nos EUA ao longo de 2020. Isso deve acontecer em virtude de contratos prévios com outras plataformas digitais, que precisam ser respeitados. Viva e Os Incríveis 2, por exemplo, já fazem parte do catálogo atual do Netflix nos Estados Unidos.

Um outro fato é que, ao redor do mundo, a Disney terá de abastecer a biblioteca da plataforma com um sem número de versões de legendas e dublagens para todos os conteúdos que irão disponibilizar. Isso irá consumir um tempo significativo e como provavelmente a base dos vídeos será a mesma para todo o mundo, pode significar gerar novas legendas e sincronizar as versões de dublagem com as imagens. Fora a questão de que possivelmente muitas das produções mais antigas deverão ser redubladas para que tenham a qualidade de audio exigida pelo novo serviço.

Além de que todas as artes e versões de logo do filme terão as versões de acordo com o país onde a plataforma está em funcionamento, né?! =O


Então, apesar do nosso desejo que a plataforma chegue o mais rápido possível por aqui, é totalmente justificável que a Disney+ leve algum tempo para concretizar sua implementação ao redor do mundo.

Nos resta esperar que o Disney+ chegue na América Latina logo no final de 2020! =D